Professores e alunas da ESA estiveram em Modena, Itália, no âmbito do projeto Erasmus+ KA229 Learning and Sharing with CLIL






Os professores João Esperanço, Laura Pinheiro, Nazaré Andrade e Orlando Basto e cinco alunas da escola secundária de Amarante participaram numa mobilidade a Modena, Itália, de dezoito a vinte e dois de outubro, para representarem Portugal no projeto internacional Erasmus+ KA229 Learning and Sharing with CLIL. Trata-se de um projeto de partilha de boas práticas, entre três escolas de Portugal, Polónia e Itália, que tem como objetivos principais a implementação da metodologia CLIL, o desenvolvimento de competências linguísticas em língua inglesa, e o fomento de capacidades sociais e pessoais. As alunas e os docentes estiveram envolvidos, com discentes e professores de todas as escolas parceiras, em várias atividades, nomeadamente workshops e aulas relacionadas com o estudo do ADN, a teoria de evolução de Darwin e o trabalho desenvolvido por Mendel. Tratou-se de uma mobilidade que permitiu fomentar as competências no que diz respeito a implementação da metodologia CLIL nas aulas de Ciências da Natureza e permitiu aos docentes desenvolver a sua proficiência nesta prática letiva. Os workshops e as atividades letivas foram dinamizados pelos docentes Salvatore Altavilla e Angela Colopi do Istituto Comprensivo de Modena. A mobilidade incluiu ainda algumas visitas culturais ao centro histórico de Modena, à fábrica Maserati e à maravilhosa cidade de Veneza.






As alunas adoraram a experiência, como se pode deduzir pelos seus comentários:


“Adorei participar nesta mobilidade a Itália por várias razões: em termos culturais, destaco a visita a sítios lindíssimos como o Palazzo dei Musei e a Praça de São Marcos. Em relação às atividades escolares, acho que foram muito dinâmicas e interessantes, já que aprendemos os conteúdos em grupos, através de experiências, jogos e até visitando a Fundação Golinelli. O que mais gostei de fazer foi passear com o grupo italiano por um dos jardins de Modena, já que foi esse o maior «tempo livre» que tivemos para conversar, conhecermo-nos e criarmos uma amizade.” (Maria de Monserrate Costa, 10º CLH3 )






“Durante esta mobilidade, eu consegui conhecer várias cidades diferentes, experimentar comidas diferentes e experienciar outras culturas. Porém, a parte que mais gostei foi ir à escola e fazer novas amizade. Este projeto permitiu-me, não só alargar o meu conhecimento, como também fazer amigos que espero levar para a vida. No geral, estou extremamente grata por esta experiência e pela equipa incrível que me acompanhou e tenho de dizer que a repetia sem pensar duas vezes.” (Ana Beatriz Lima, 10º CLH1)






" Toda esta experiência Erasmus foi muito boa, porque visitámos muitos monumentos e experimentámos muitas coisas novas. O que mais gostei foram as aulas na escola de Modena com os alunos italianos e polacos, onde conhecemos muitas pessoas e aprendemos muita informação sobre o ADN de forma lúdica e com muitas atividades experimentais à mistura." (Leonor Matos, 10º CT1)






“A experiência Erasmus em Itália foi incrível. As atividades escolares experimentais e teóricas foram muito interessantes e enriquecedoras, porque aprendemos muita informação de forma divertida. Mas o melhor da experiência foi conhecer as pessoas que eram muito simpáticas e acolhedoras. Além disso, as cidades que visitámos eram lindíssimas e a comida era incrível. Recomendo estas iniciativas a toda a gente.” (Francisca Matos, 10º CSE)






“…Foi na escola ICS Modena 1, que nos juntámos a uma comitiva polaca e outra italiana, e desenvolvemos o programa a que nos propusemos. Fizemos várias experiências e kahoots na área da Biologia. Apesar de ter gostado de todas estas atividades, o que mais apreciei foi, sem dúvida, o facto de ter conhecido e convivido com jovens de outras nacionalidades para além de ter vivido esta semana fora da minha “zona de conforto”, o que me levou a estreitar relações de amizade com colegas e professores da ESA.






Por fim, não me posso esquecer de todas as experiências culturais que me foram oferecidas e das quais deixo aqui alguns exemplos: Visita à fabrica da Maserati (Modena), Visita ao Palazzo dei Musei (Modena), Catedral de São Marcos (Veneza),etc. Adorei a experiência e recomendo a todos os jovens a participação em programas similares.” (Sara Cerqueira Costa, 9º B)






Foi, assim, uma viagem muito enriquecedora e que permitiu o desenvolvimento de diferentes competências e, sobretudo, a criação de laços estreitos entre alunos e professores de diferentes nacionalidades europeias que juntos procuram aprender e partilhar boas práticas.